sábado, 31 de maio de 2014

SER COMPANHEIRO

"Ser companheiro vale mais do que ser chefe. É preciso que os homens à sua volta nunca tenham nenhuma angústia, não sofram nunca por o sentirem a você superior a eles; a sua superioridade, se existir, deve ser um bálsamo nas feridas, deve consolá-los, aliviar-lhes as dores. 
A sua grandeza, querido Amigo, deve servir para os tornar grandes, no que lhes é possível, não para os humilhar, para os lançar no desespero, no rancor, na inveja."

Agostinho da Silva, in "Sete Cartas a um Jovem Filósofo"

quinta-feira, 29 de maio de 2014

UM DESAFIO

«Pôr em causa o que temos e desejamos em função da partilha, e não pôr a partilha em função do que temos e do que desejamos».
Rui Santiago Cssr

terça-feira, 27 de maio de 2014

RECEITA POÉTICA CONTRA OS MALES DA ALMA

"Quando Adoeci dos escuros, médico em tom de passarinho me receitou verbos pra se praticar entre as alternâncias de mim.
São eles:
... lavar os (in)cômodos que vivem na casa-de-dentro
...levar o coração para tomar sol
Multiplicar os sorrisos e repartir o perdao. Somar silêncios.
Jogar fora ressentimentos e outros lixos que se 
acumularam nos cantos do corpo e da mente
...Desintoxicando o próprio futuro.
Alimentar-se de luz e enfeitar-se de disposição.
Vestir coragem e despir-se do medo;
... namorar os dias
Apaixonar-se muitas vezes, por muitas coisas na vida
Viver por inteiro para depois, morrer de rir,
Filtrar a Alma no rio do tempo"

Guilherme Antunes

sábado, 24 de maio de 2014

MAIS QUE TUDO...



“Mais que tudo quero ter
pé bem firme em leve dança
com todo o saber de adulto
todo o brincar de criança.”

Agostinho da Silva

quinta-feira, 22 de maio de 2014

AQUELE QUE VIVE NO AMOR

«Aquele que vive no amor, mesmo tendo poucas coisas, vive na abundância. 

Amado, é livre. 
Por isso, não teme. 
E, não temendo, não precisa de acumular coisas, 
nem de fingir ser o que não é, 
nem de recear o amanhã. 
Não se incha, querendo ser o que não é. 
Não se diminui, deixando de ser o que é. 
Esvaziado de «coisas incertas», vive de graça. 
Na verdade, vive a graça.»

P. José Frazão Correia, in "Entre-tanto"

terça-feira, 20 de maio de 2014

A CADA DIA...

«A cada dia que vivo mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-se do sofrimento, perde também a felicidade.»

Clarice Lispector

domingo, 18 de maio de 2014

CORAÇÃO E LIBERDADE



«O decisivo é o "coração", esse lugar secreto e íntimo da nossa liberdade onde não nos podemos enganar a nós mesmos.»

José António Pagola

sexta-feira, 16 de maio de 2014

NÃO HÁ NADA MAIS BELO


«Não há nada mais belo do que alguém que renunciou ao dever mundano de ser brilhante ou de agradar.»

Christian Bobin

quinta-feira, 15 de maio de 2014

DISTÂNCIAS



«De um apartamento ao outro - dez metros. 
As distâncias menores são as mais intransponíveis.» 

Christian Bobin

terça-feira, 13 de maio de 2014



Há tanto para ser quanto há para amar.
Há tanto para viver quanto há para dar.

domingo, 11 de maio de 2014

HOMENAGEM ÁS MÃES


«Ela é bela, graças a este amor de que se despoja , a fim de com ele revestir a nudez do menino. 
É bela, pela solicitude com que acorre, uma e outra vez, ao quarto da criança. 

Todas as mães possuem esta beleza. 
Todas têm esta justeza, esta verdade, esta santidade.
Todas as mães têm esta graça que causa ciúmes ao próprio Deus...

A beleza das mães supera infinitamente a glória da natureza. .
Ser mãe é um mistério absoluto, um mistério que não se assemelha a nada...

Não existe santidade maior que a das mães esgotadas pelas fraldas lavadas, pelo aquecer da papa, pelo banho a dar...

A maternidade é o que sustenta o fundo de tudo.
A maternidade é a superação do cansaço...»

Christian Bobin, em "Francisco e o Pequenino"

sexta-feira, 9 de maio de 2014

SENSIBILIDADE E DELICADEZA


«Complicamos mais a vida quando nos distraímos da nossa missão de amar aqueles que Deus mesmo nos ofereceu como um presente...

Aprender a estar atento aos pormenores mais humanos e simples da vida é uma arte que nunca nos ocupará demasiado a ensaiar. Cultivar a vigilância às minúcias da sensibilidade e da delicadeza é uma sabedoria que nos merece toda a dedicação.

A Vida muitas vezes pode ser a História das pequenas coisas tão importantes que deixámos ficar para trás... e esta perspectiva é assustadora, não é?»

Rui Santiago Cssr, em "Como um Diário...Também nos despedimos de quem amamos"

quinta-feira, 8 de maio de 2014

AMAR


«Amar é ter uma vastíssima memória para a Gratidão e vencer todas as insinuações do ressentimento. É tornar-se capaz de olhar para alguém na sua mais profunda verdade, pelo menos segundo a vamos conseguindo perceber...e, na sua máxima verdade, todos os seres humanos são dignos e amáveis, não correspondem aos preconceitos que ás vezes lhe colámos nem se esgotam simplesmente nas atitudes menos correctas que tiveram para connosco.

Amar é treinar-se a esperar o melhor das realizações dos outros e das nossas, sobretudo quando são feitas de um jeito diferente do que faríamos... Amar também é fazer silêncio e deixar-se estar, existir apenas com o outro, ao seu lado, até à mais radical experiência de inutilidade ou impotência. Afinal, no coração do próprio dinamismo a que chamamos "amor" está a mais pura gratuidade, não a funcionalidade.»

Rui Santiago Cssr, em "Como um Diário...também nos despedimos de quem amamos"

domingo, 4 de maio de 2014

sexta-feira, 2 de maio de 2014

«Quando um livro me diz o que eu queria dizer, sinto-me no direito de apropriar-me das suas palavras, como se alguma vez tivessem sido minhas e estivesse a recuperá-las.» 

Andrés Neuman