quarta-feira, 15 de novembro de 2017

RESISTIR


"Trazer a vida sempre à sua base, às suas necessidades primeiras: a fome, a sede, a poesia, a atenção ao mundo e às pessoas. É possível que o mundo moderno seja uma espécie de empresa anónima de destruição das nossas forças vitais - sob o pretexto de as exaltar. Ele destrói a nossa capacidade de estar atento, sonhador, lento, apaixonado, a nossa capacidade de fazer gestos gratuitos, gestos que não compreendemos.
É possível que este mundo moderno, que nós fizemos surgir e que nos escapa cada vez mais, seja uma espécie de máquina de guerra impávida.
Os livros, a poesia, certas músicas podem trazer-nos de volta a nós mesmos, revigorar-nos as forças para lutar contra esta forma de dispersão. A oração, a simplicidade, a vida comum: eis o que dá força para resistir. A grande palavra é esta: RESISTIR.”

Christian Bobin

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Esperar alguém...

"Esperar alguém à chegada de um comboio como se fôssemos um porteiro do além, deixando fluir na escuridão dezenas de rostos antes de parar em apenas um, fonte de uma luz vital."

Christian Bobin

sábado, 4 de novembro de 2017


"As crianças são como os marinheiros: para onde quer que os seus olhos se voltem, qualquer lugar é uma imensidão."

[Christian Bobin]

terça-feira, 31 de outubro de 2017

para os pais com filhas


sempre que dizes à tua filha
que gritas com ela
por amor
estás a ensinar-lhe a confundir
a fúria com a doçura
o que não parece má ideia
até ao dia em que ela cresce
a confiar nos homens que a magoam
porque se parecem tanto
contigo

- para os pais com filhas

[Rupi Kaur, in "leite e mel"]

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Esperança sem limites


Empurro pelas ruas uma carroça carregada de optimismo.
Grito: "Esperança sem limites!"
Muitos me respondem lançando-me pela janela
o conteúdo do seu penico,
mas vai ser preciso muito mais
para apagar uma carga de sóis.

[Christian Bobin]

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Vivos e juntos

"Guardo uma recordação do meu pai: não gostava que os seus filhos se levantassem tristes. Então, um dia, levantou a voz e disse-nos "não compreendo que os meus filhos ponham má cara pela manhã, porque estamos vivos e juntos." 

[Christian Bobin]

sábado, 14 de outubro de 2017

A pátria...


A pátria não é uma bandeira.
Nem uma arma.
A pátria é uma criança que nos olha.

[Gloria Fuertes]

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

O suave toque de uma asa branca


"É belo o profundo desequilíbrio que nos provoca o suave toque de uma asa branca."


[Christian Bobin]


quarta-feira, 4 de outubro de 2017

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Tesouros

"Só quem conhece
suas piores misérias
descobre seus melhores tesouros."

[Manolo Expósito]

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Uma vida sem amor

"Eles temem a morte sem ver que há uma coisa mais temível: uma vida sem amor."

[Christian Bobin]

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

A beleza do mundo


"Adormeço todas noites pensando que o melhor ainda está por vir.
Cada manhã tenho um encontro com a beleza do mundo."

[Christian Bobin]

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Um dia...

Um dia, vamos conhecer os verdadeiros santos de todas as religiões, credos, culturas, e de todos os ateísmos: os que viveram amando, no anonimato, sem nada esperar.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Paciência


"Não fazemos crescer uma flor com ideias sobre botânica, mas com água, luz e paciência. Muita paciência, a cada instante."
Christian Bobin

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Meninos do Século XX

"Meninos do Século XX, os vosso pais estão cansados. Já não acreditam em nada. Pedem-vos que os leveis aos ombros, que lhe deis coração e força. Meninos dos tempos modernos, sois reis num deserto."

Christian Bobin, in "Francisco e o Pequenino"

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Tocamos o céu

"Por que crescer se desde crianças tocamos o céu com nossas pequenas mãos de argila rosa." 

[Christian Bobin]

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

O que se diz de verdade

«O que se diz de verdade não se diz nunca com palavras. 
E, no entanto, escutamo-lo. 
Perfeitamente.» 

[Christian Bobin]

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Frágil e efémero

"Todo o mal desta vida provém de uma falta de atenção ao que ela tem de frágil e efémero."

 [Christian Bobin]

domingo, 30 de julho de 2017

Apenas sei...

Apenas sei que caminho como quem 
É olhado amado e conhecido
E por isso em cada gesto ponho
Solenidade e risco

[Sophia de Mello Breyner Andresen]

terça-feira, 25 de julho de 2017

Vivos e juntos

"Guardo uma recordação do meu pai: não gostava que os seus filhos se levantassem tristes. Então, um dia, levantou a voz e disse-nos "não compreendo que os meus filhos ponham má cara pela manhã, porque estamos vivos e juntos." 

[Christian Bobin]

sábado, 22 de julho de 2017

A chuva...

"A chuva constrói em torno do teu rosto o seu mosteiro de gotas de água" 

[Christian Bobin]

terça-feira, 18 de julho de 2017

Devagarinho

"O mundo matou a lentidão. Ele não sabe mais onde a enterrou" [Christian Bobin]

Numa alusão à letra da música "Amar pelos dois"  (Salvador & Luísa Sobral), que venceu brilhantemente o último Festival da Eurovisão, acrescento:

Talvez devagarinho a gente volte a aprender...

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Cada dia...


"Cada dia é uma luta com o anjo das trevas, 
aquele que põe as suas mãos geladas sobre os nossos olhos, 
para nos impedir de ver a glória escondida sob a nossa miséria."

[Christian Bobin]

domingo, 9 de julho de 2017

As mulheres...

"Os homens são como toda a gente, as mulheres são como ninguém." 

[Christian Bobin]

quarta-feira, 5 de julho de 2017

O conhecimento inconsolável


"No dia do enterro da sua mãe, C. foi picada por uma abelha. Estava muita gente no pátio da casa da família. Vi C., no íntimo dos seus quatro anos, ser surpreendida primeiro pela dor que a picada lhe provocara; a seguir, mesmo antes de começar a chorar, buscar avidamente com os olhos, por entre todos os que ali estavam, aquela que desde sempre a consolara, e parar bruscamente essa procura, por, de repente, ter compreendido tudo acerca da ausência e da morte. Esta cena, que durou apenas alguns segundos, é a mais pungente que jamais vi.

Existe para cada um de nós uma determinada hora em que o conhecimento inconsolável nos invade a alma e a despedaça.
É à luz dessa hora, já chegada ou não, que todos nós nos deveríamos falar, amar, e se possível, rir juntos."

Christian Bobin, in "Ressuscitar"

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Faz-me menino...

"Faz-me menino de encantos e brincadeiras, a correr descalço e solto pelo carreiro térreo da Tua Vontade." 

[Rui Santiago Cssr, in "Ora Vê"]

terça-feira, 27 de junho de 2017

terça-feira, 20 de junho de 2017

Um anjo...

“Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.”

[Erri de Luca, in "Em nome da mãe"]

quinta-feira, 15 de junho de 2017

São as lágrimas que permitem ver...

"Todos os olhos para verem precisam de lágrimas, caso contrário tornam-se como os dos peixes que fora de água não vêem nada e ficam secos e cegos. São as lágrimas que permitem ver. " 

[Erri de Luca, in "Montedidio]

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Lição de um professor

«Cada vez me apetece menos classificar os rapazes, dar-lhes notas, pelo que eles "sabem". Eu não quero (ou dispenso) que eles metam coisas na cabeça; não é para isso que eu dou aulas. O saber - diz o povo - não ocupa lugar; pois muito bem: que eles saibam, mas que o saber não ocupe lugar, porque o que vale, o que importa (e para isso pode o saber contribuir e só contribuir) é que eles se desenvolvam, que eles cresçam, que eles saibam "resolver", que eles possam "perceber".»

Sebastião da Gama, in "Diário"

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Jogava o pião com Deus...


e jogava o pião com Deus
enquanto minha mãe estendia roupa
e o meu pai mendigava o pão

e minha alegria nesse tempo
era muito próxima da dos meninos
e de Deus que ganhava sempre

e não sei quem perdi primeiro:
o pião ou Deus
apenas sei que Deus continua
a jogar com outros meninos

e que no Outono quando saio à praça
nos sentamos e falamos muito
do suave rodopiar das folhas

Daniel Faria, In “Oxalida”

sexta-feira, 26 de maio de 2017

A nossa vida é que nos julga


O que deste e o que reservaste só para ti. 
O que acolheste e o que rejeitaste. 
O que agradeceste e o que não reconheceste. 
A nossa vida é que nos julga."

Pe. José Frazão Correia

terça-feira, 23 de maio de 2017

sábado, 20 de maio de 2017

domingo, 26 de março de 2017

CADA DIA...


"Cada dia tem seu veneno e, para aqueles que sabem ver, seu antídoto". 

[Christian Bobin]

quarta-feira, 22 de março de 2017

As flores da Primavera


"As flores da primavera são os sonhos do inverno contados, de manhã, à mesa dos anjos." 

[Kahlil Gibran, in "Areia e Espuma]

sábado, 18 de março de 2017

TU ÉS AQUELA


«Queres saber quem és para mim. Eis, então: tu és aquela que me impede de me bastar. Tu deste-me a coisa mais preciosa de todas: a falta!»

Christian Bobin

domingo, 12 de março de 2017

VER BEM

"Só se consegue ver bem na condição de não buscar o próprio interesse naquilo que se vê." [Christian Bobin, in "Ressuscitar]

terça-feira, 7 de março de 2017

quinta-feira, 2 de março de 2017


«Não olhe para trás com raiva,
nem olhe para a frente com medo. 
Olhe em volta com atenção e consciência.» 

[James Thurber]

sábado, 25 de fevereiro de 2017

domingo, 19 de fevereiro de 2017

O Tesouro


"Na ferida reconhecida, envolta pelo amor, experimentarás o tesouro que trazes dentro de ti." [Paolo Scquizzato]

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Porque a Vida é um Dom


"Há coisas que se obtêm, apenas, quando não são exigidas, que só se têm na condição de não serem possuídas." [Pe. José Frazão Correia, s.j.]

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

"Dai-me a casa vazia e simples onde a
luz é preciosa. Dai-me a beleza intensa
e nua do que é frugal.

Quero comer devagar e gravemente como
aquele que sabe o contorno carnudo e
o peso grave das coisas.

Não quero possuir a terra mas ser um com
ela. Não quero possuir nem dominar
porque quero ser: esta é a necessidade.

Com veemência e fúria defendo a fidelidade
ao estar terrestre. O mundo do ter perturba
e paralisa e desvia em seus circuitos o estar,
o viver, o ser.

Dai-me a claridade daquilo que é exactamente
o necessário. Dai-me a limpeza de que não
haja lucro. Que a vida seja limpa de todo
o luxo e de todo o lixo.

Chegou o tempo da nova aliança com a vida."

Sophia de Mello Breyner Andresen

sábado, 4 de fevereiro de 2017

domingo, 29 de janeiro de 2017

Se tiveres o amor...


«Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos.»

[Santo Agostinho]

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017



"São maus os navegantes que pensam que não existe a terra,
quando não podem ver mais que o mar." 

[Francis Bacon]

domingo, 22 de janeiro de 2017

ROUBARAM VIDAS



"Não, eles não desviavam dinheiro só para enriquecer. 
Não, eles não viabilizavam só projetos políticos. 
Eles roubaram vidas, possibilidades." 

Ricardo Gondim

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

sábado, 14 de janeiro de 2017

domingo, 8 de janeiro de 2017

Perante a morte...


"Perante a morte, estaremos como na altura do nosso nascimento, radicalmente privados de qualquer poder. É à luz dessa hora, já chegada ou não, que todos nós nos deveríamos falar, amar, e se possível, rir juntos..."
[Christian Bobin]

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Só um beijo...


"As estórias das crianças é que estão certas:
só os amigos nos resgatam do medo.
só um beijo nos pode salvar da morte."

sábado, 31 de dezembro de 2016

O MAIS EGOÍSTA DOS HOMENS

«Creio que o mais egoísta dos homens é aquele que recusa dar aos outros a sua fragilidade e as suas limitações. Quem recusa aos outros a sua pequenez, comete um dos mais infelizes gestos de prepotência. E porque aí se rejeita, aos outros não poderá dar senão o sofrimento da perda. Querendo-se sem falha, será o mais incompleto dos seres.»

Daniel Faria, in "O Livro do Joaquim"