segunda-feira, 7 de setembro de 2009

A VERDADE SOBRE SI PRÓPRIO

Tal qual um rochedo não é balançado pelo vento,
um sábio não vacila diante de acusações e elogios.

(PROVÉRBIO BUDISTA)

Quando o homem não admite a verdade sobre si próprio,
faz depender a sua glória da opinião alheia,
e quando é chamado afortunado, magnífico, poderoso,
acredita, não por o ser,
mas porque assim é dito.
(S. Martinho de Dume)

1 comentário:

Angela Guedes disse...

Oi Paulo!!!
São provérbios poderosos, e temos que colocarmos em prática no nosso dia a dia.
Um grande abraço, amigo
Ângela