domingo, 10 de agosto de 2008

PARAR


«É preciso parar, para me acalmar. Preciso cessar de correr por aí, de agitar-me. Preciso ficar parado, ficar em mim mesmo. Quando paro, encontro-me antes de tudo comigo mesmo. Daí, não posso mais transferir para fora a minha inquietude. Vou percebê-la em mim mesmo. Apenas quem resiste à própria inquietude alcança a calma.

Ao amamentá-la, a mãe acalma a criança que chora de fome. Também devo acalmar a minha alma, que chora por dentro. Quando não corro mais de um lado para o outro, a fome do meu coração se apresenta. Ele precisa de alimento. Devo me voltar maternalmente para o meu coração, para que haja paz. Mas muitos têm medo de se envolver com o coração ruidoso. Preferem evitá-lo, precipitando-se de um lugar para o outro. Mas o teu coração continua a gritar. Ele não se deixa evitar. Precisa de atenção. Quer ser acalmado.» (Anselm Grün, em "O Pequeno livro da verdadeira felicidade")

4 comentários:

H K Merton disse...

Essas percepções são muito semelhantes ao que aprendemos com a prática da Oração Centrante e Meditação Cristã.

Gosto muito dos livros do Anselm Grün. É uma nova voz dentro da Igreja!

Um abraço fraterno e a Paz de Cristo seja contigo!

Vidal disse...

Oi mano, depois de um considerável tempo de férias eu estou de volta. Andei passando por aqui mas sem comentar.

Eu gostaria muito de ler um livro do Anselm Grün, gostei da reflexao. Um forte abraço.
Inté!

Caio disse...

Grande Paulo! Como vai? Estava numa vida frenética e não conseguia nenhum tempinho pra ler seu blog, desculpe.

Amigo, esse post é maravilhoso! Preciso muito, mas muito mesmo, parar um pouco para me encontrar! Só não sei fazer isso numa cidade que não pára como é SP... Se tiver uma dica, por favor, fale, a situação está muito complicada.

Abraços.

Viviana disse...

È verdade Paulo.

Quantas vezes precisamos de acalmar o nosso coração!?

Eu digo muitas vezes ao meu, em voz alta, no silêncio deste aposento:

Acalma-te coração meu.

Fica tranquilo.

Não precisas de bater com tanta força.

Não precisas de estar em ansiedade.

Tudo está bem, muito bem mesmo.

Hà alguem que cuida de ti e de mim.

Elevo então os olhos ao céu e suplico:

Paizinho, tem misericórdia de mim e abençoa-me.

Olha para mim com bondade e toma conta de mim e do meu coração.

Em nome de Jesus, Amen.

Obrigada Paulo por este belo post.

Um abraço no amor de Cristo

Viviana