sexta-feira, 24 de julho de 2009

A BELEZA QUE NÃO PODE SER PINTADA

Os gregos da era clássica costumavam dizer que o homem, para atingir sua plenitude humana, deve ser belo e bom, e o inesquecível Cervantes, com seu mais inesquecível Dom Quixote, dirá, mais tarde, que não existe beleza separada da bondade. (...)

Francis Bacon, filósofo inglês, também se interessou por esse assunto quando escreveu: A melhor parte da beleza é aquela que não pode ser pintada.

Hoje, diríamos, com o desagrado de tantas actrizes e modelos, que a melhor parte da beleza é a que não pode ser fotografada, primeiro porque essas belezas de revistas, de cinema e TV são puras folhas de papel ou reflexos coloridos e, segundo, porque, na frase de Bacon, se trata de uma formosura espiritual que não pode ser captada nem pelas mais modernas câmeras digitais!

Héber Salvador de Lima SJ, em "Tudo é Graça..."

2 comentários:

Viviana disse...

Bom dia Paulo

Eu sei, e entendo pefeitamente, de que tipo de beleza o meu bom irmão e amigo está a falar-nos neste seu post.

È da beleza da alma!

Do espírito!

Da obra realizada em nós por o Espírito Santo de Deus.

Ele burila, Ele aperfeiçoa.

Ele torna "bonito"!

Ainda ontem, ao fim da tarde, ao ler um texto postado por uma grande amiga e irmã, que é um exemplo de fé e dependência de Deus...eu ao encontrar tanta beleza interior e tanta sensibilidade espiritual...

derramei-me em lágrimas e não encontrei palavras belas que chegue, para comentar a sua beleza interior.


É QUE NÃO SE PODE, NÃO SE CONSEGUE.

Só se sente e se percebe.

Obrigada por esta importante e oportuna chamada de atenção a cada um de nós que aqui vem.

Que O bom Deus o abençoe.

Que lhedê um lindo dia.

Um beijo

viviana

Niltinho (de Freitas) disse...

E nesse sentido de Bacon, eu emendo citando Vinicius: Que me perdoem as feias, mas beleza é fundamental.

Bom blog, passo a seguir e acompanhar.

Quando puder, passa lá no: Blog do Niltinho