domingo, 1 de abril de 2007

A verdadeira pobreza

"E não falemos da pobreza do amor, para não ter mesmo aqui de começar a chorar. A pobreza de amor nas famílias, entre vizinhos e amigos, para com Deus, o pior dos empobrecimentos...
Estamos tão pobres de amor, meu amor. Sente-se tanto, nota-se tanto esta pobreza, esta falta, nunca tanto foi assim tanto, podes crer, meu amor.
É nesta falta, tão pobres dele, que ele cresce, tem de crescer ainda mais, acredita, meu amor."

Pedro Paixão, em "muito, meu amor"

1 comentário:

Flôr disse...

Para mim, pobre é aquele que não tem Deus na sua vida!..

Como gosto dos teus posts! :D

Vou falar do teu cantinho a amigas/os meus, para que te venham conhecer.

Flor