quinta-feira, 24 de abril de 2008

O pássaro livre e o pássaro domesticado



O pássaro domesticado vivia na gaiola e, o pássaro livre, na floresta.

Mas o destino deles era se encontrarem, e a hora finalmente havia chegado.

O pássaro livre cantou: - Meu amor voemos para o bosque.

O pássaro preso sussurrou: - Vem cá, e vivamos juntos nesta gaiola.

O pássaro livre respondeu: - Entre as grades não há espaço para abrir as asas.

- Ah, lamentou o pássaro engaiolado - no céu não saberia onde pousar.

O pássaro livre cantou: - Amor querido, canta as canções do campo.

O pássaro preso respondeu: - Fica junto comigo, e eu te ensinarei as palavras dos sábios.

O pássaro da floresta retrucou: - Não, não! As canções não podem ser ensinadas!

E o pássaro engaiolado gemeu: - Ai de mim! Eu não conheço as canções do campo.

Entre eles o amor era sem limites, mas eles não podiam voar asa com asa.

Olhavam-se através das grades da gaiola, mas em vão desejavam se conhecer.
Batiam as asas ansiosamente, e cantavam: - Chega mais perto, meu amor!

Mas o pássaro livre dizia: - Não posso! Tenho medo da tua gaiola com portas fechadas.

E o pássaro engaiolado sussurrava: - Ai de mim! As minhas asas ficaram fracas e morreram. - (Rabindranath Tagore)

6 comentários:

pedro aurelio disse...

Olá querido irmão/ A e com muita alegria que encontro mais um blog a ser dedicado a este grande Deus, gostai muito da forma que o querido/a irmão fez o seu blog esta muito criativo e bem construído que Deus continue abençoar este grande trabalho.
Querido irmão/A também tenho um blog meu qual chamo o oficial gostava muito de que o irmão/a visse e deixa-se uma opinião, e muito importante para que eu possa cada vês fazer melhor o endereço do blog e este que passo a mencionar.

Irmão me Ajude a divulgar este trabalho, para que Deus possa ser Louvado glorificado exaltado como ele e digno por pode atingir muitas almas .

O Irmão se tiver entrecado me deixar o seu contacto de Email para que eu posso enviar um Email a disser que foi actualizado.

Irmão esta no blog um formulário sempre que desejar deixar um comentário ai o no texto , a escolha e vossa.

http://pedroaurelio.blogs.sapo.pt/
Querido / O Irmão será que posso mencionar o seu blog no meu

Que Deus a abençoe ricamente a sua vida e dos seus, fique com a paz do Sr.

Neste BLOG você encontrará uma variedade de estudos e diversos textos baseados na Bíblia Sagrada.

Com o objectivo de proporcionar um maior entendimento e aprofundamento da Palavra de Deus.
Disponibilizamos varias áreas ministeriais. Além disso a muitos artigos que lhe serão úteis no dia a dia.

Viviana disse...

Olá Paulo!

Muito interessante este texto.

Fez-me lembrar dos meus canários - um casal -que tenho numa gaiola e que coloco todos os dias no parapeito da janela da cozinha.

È muito frequente virem alguns pardais á procura de comida e colocam-se empoleirados em cima da gaiola.

Os canários olham para eles fixam-nos por alçgum tempo.

Então eu penso:

Como os canários gostariam de sair da gaiola e voar livremente pelos ares como fazem os pardais!...


Mas logo penso: Eles iriam morrer de fome decerto porque não estão habituados a procurar comida.

E lá continuam dentro da pequena gaiola enquanto os pardais voam alegremente pelos ares.

Tenha um bom resto de dia
viviana

Alice disse...

...lindo texto! leva-nos a voar...
abraços
Alice

Constança disse...

É mais fácil centrarmo-nos na nossa essência do que na dos outros. É mais fácil manter a routina do que sair dela. É mais fácil continuar preso do que querer voar...
Bom feriado

Caio disse...

Maravilhoso!!!
Se eu dissesse mais, poderia estragar a profundidade do texto.

Anónimo disse...

Your blog keeps getting better and better! Your older articles are not as good as newer ones you have a lot more creativity and originality now keep it up!