segunda-feira, 6 de abril de 2009

À PROCURA DA PERFEIÇÃO (1ª parte)

«O psiquiatra Amo Gruen afirma que «o vício do poder destrói o coração do homem».

O que esperamos, não só do espelho onde em cada manhã nos olhamos mas de todos os olhos que nos olham, é a confirmação dessa imagem de seres poderosos que desejamos ostentar.

Odiamos em nós o desamparo, a dependência, as limitações, o medo, qualquer sinal de fraqueza, e se alguém ousa pôr a realidade a descoberto, enfurecemo-nos e descarregamos a nossa raiva. Queremos dizer a nós mesmos que não, que não conhecemos a insuficiência, o sofrimento, a dor, o medo de falhar, o medo da rejeição, o medo de que não gostem de nós.

Conhecemos a alegria que nos invade quando vencemos uma competição ou quando nos prestam homenagens. No entanto, esquecemo-nos de procurar a alegria no crescimento de outra pessoa, na partilha de um sofrimento ou de um momento de tristeza, na realização de qualquer coisa que torne melhor o espaço e o tempo em que nos foi dado viver.»

(Henrique Manuel, em "Mas Há Sinais...")

2 comentários:

Éverton Vidal disse...

Olá Paulo!

Estou passando para ler as novidades. Levo esta frase como reflexão pessoal: o vício do poder destrói o coração do homem.

Sim, porque às vezes sabemos identificar nas grandes edificações e sistemas humanos o vício do poder, mas ignoramos ou deixamos escapar quando este mal reside em nós.

Abraço. Inté.

Faculdade Teológica disse...

NA VERDADE EU ACHO ASSIM: QUE SÓ É CORROMPIDO QUEM QUER, SE VC DESEJA ALGO, VOCÊ TEM QUE TER UM FOCO, PRA QUE VOCÊ VAI USAR ESTE ALGO SE VOCÊ CONSEGUIR OBTÊ-LO?

É COMO O DINHEIRO POR EXEMPLO. POR QUE AS PESSOAS DESEJAM FICAR RICAS ?

PRA TER UMA VIDA MELHOR ?

PRA PODER VIVER EM PAZ, COM TRANQUILIDADE, FELIZES...

MAS TEM UM PROPÓSITO FUNDAMENTAL, AJUDAR OUTRAS PESSOAS A CONSEGUIREM O QUE ELAS DESEJAM TAMBÉM, E AJUDAR NA OBRA DE DEUS.