quarta-feira, 13 de maio de 2009

Reconciliando-te contigo próprio (1ª parte)


Quem vive reconciliado consigo próprio
consegue também criar harmonia à sua volta.

Quando te aceitas tal como és,
e te reconheces a ti próprio,
sentes-te mais activo no universo a que pertences.
Para que serve, então, o sucesso?
Basta que algo te alegre, para seres feliz.
A felicidade está em ti.
Não precisas de a alcançar
recorrendo ao sucesso exterior.
Se te reconciliares contigo próprio
e alcançares a harmonia interior
serás feliz, e isso começa a ver-se nos teus olhos.

Quando te aceitas a ti próprio,
não precisas de correr atrás do reconhecimento dos outros.
E então, também deixa de ser importante
aquilo que os outros dizem de ti.

Anselm Grün, em "Em cada dia... um caminho para a felicidade"

2 comentários:

António Rosa disse...

Noto muito que a poesia está a criar uma nova linha, como este poema lindo que li.

Angela Guedes disse...

Oi Paulo!!!
Vou colocar seu blog, na minha lista.
Quero acompanhar as outar partes de "Reconciliando-te contigo próprio.
Um abraço, amigo.
Angela