sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

ESPÍRITO DE INFÂNCIA

"Amo-te e sinto-me desolado por te amar tão pouco, por te amar tão mal, por não saber amar-te."

Em realidade, quanto mais se acerca da luz, mais se descobre cheio de sombras. Quanto mais ama, mais se conhece indigno de amar. É que não há progresso em amor, não há perfeição que se possa um dia alcançar. Não há amor adulto, maduro e razoável.
Não há perante o amor nenhum adulto, apenas crianças, apenas este espírito de infância que é abandono, despreocupação, espírito da perda de espírito.

A idade adiciona. A experiência acumula. A razão constrói. O espírito de infância não conta nada, não amontoa nada, não edifica nada.
O espírito de infãncia é sempre novo, retorna sempre aos começos do mundo, aos primeiros passos do amor.

O homem de razão é um homem acumulado, amontoado, construído.

O homem de infância é o contrário de um homem adicionado sobre si mesmo: um homem retirado de si, renascendo em todo o nascimento de tudo. Um imbecil que joga à bola. Ou um santo que fala ao seu Deus. Ou ambas as coisas ao mesmo tempo.»

Christian Bobin, em "Um Deus à Flor da Terra»

1 comentário:

Ministério disse...

Paz do Senhor,amado.

Passamos para lhe desejar um excelente final de semana e uma próxima semana de paz, tranquilidade e excelência que somente o Senhor pode lhes proporcionar.

Parabéns pelo blog. Que o Senhor possa sempre te inspirar mais e mais a trazer mensagens edificantes e interessantes como essa.

Somos o Ministério Yeshua de Artes Cênicas, integrantes da Igreja de Deus em Ouro Preto - Olinda - PE.

Deus os abençoe.

Youtube: http://www.youtube.com/user/MYeshuaPE
Blog: http://www.myeshua.blogspot.com
E-mail: myeshua.idop@gmail.com