quinta-feira, 22 de maio de 2008

Solidão


«O nosso grande tormento na existência vem do facto de estarmos eternamente sós e de todos os nossos esforços, de todos os nossos actos tenderem apenas para um fuga a essa solidão.» - Guy de Maupassant

«Todo o nosso mal provém de não podermos estar sós: daí o jogo, o luxo, a dissipação, o vinho, as mulheres, a ignorância, a maledicência, a inveja, o esquecimento de si e de Deus.» - La Bruyère

2 comentários:

Caio disse...

Concordo profundamente com Maupassant. Especialmente por esses dias, onde procuro escapar da solidão e do abandono.

Como tem sido duro e escuro esse período.

Viviana disse...

Olá Paulo,

A solidão sufoca!

Mata devagarinho!

Há tantos por aí tão sós!...

Meu Deus!

Quanto temos para fazer!

Temos que levar-lhes a mensagem do Cristo que liberta, e temos de lhes estender a nossa mão, o nosso coração.

Assim Deus nos Ajude.

Tenha um dia muito abençoado
viviana