terça-feira, 17 de junho de 2008

Tal Deus não existe

"Se persistimos na ideia de que para nos virarmos para Deus devemos primeiro provar que Ele existe, então nunca O encontraremos, porque estamos a tratar o Deus do nosso ser como se fosse um problema intelectual que podemos resolver por nossas forças, definir claramente, colocá-l´O em seu lugar, e depois render-Lhe o que julgamos ser-Lhe devido. Um tal Deus não existe.

Nós somos constantemente tentados a fazer um Deus à nossa imagem e semelhança, a divinizar a nossa estreiteza de vistas e a nossa importância e chamamos a isto a vontade de Deus. Deus é mistério, a Palavra que nos interpela, e Ele chama-nos para lá da estreiteza dos nossos horizontes. A nossa única segurança está no que Ele é, e não no modo como nós imaginamos que Ele é." (George W. Hughes, em "O Deus das surpresas")

2 comentários:

Gabriella disse...

Oi, que legal o post e o blog!

Gostei e muito. O Deus que é e não o que imaginamos ser.
Muito bom!

Aparecerei mais vezes!!!

Abs

Viviana disse...

Olá Paulo,

Que bom que o nosso Deus não é conforme nós o imaginamos!...

Ele está para alem de todas as nosas cogitações e ideias.

Nós somos o vaso e Ele é o Oleiro!

È maravilhoso termos um Deus assim!

E como é bom descansar nEle...

Um grande abraço
viviana